terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Os sete artistas com mais videoclipes censurados pela mídia internacional

Britney Spears, Madonna, Lady Gaga e muito mais!
Britney Spears letras
Madonna letras
Lady Gaga letras













1. Britney Spears
A recordista de vídeos censurados pela mídia é Britney Spears com um total de 7 videoclipes que sofreram alguma proibição por parte da mídia. A lista é a seguinte: "Toxic", "Gimme More", "Piece of Me", "Womanizer", "If U Seek Amy", "Criminal" e "Everytime". A maioria sofreu censura por conter cenas de nudez e só pode ser passada à noite. Já o clipe "Criminal", especificamente, foi censurado por trazer conteúdos sexuais, armas de fogo, assaltos e violência doméstica.

2. Madonna
Em segundo lugar, vem Madonna com 6 videoclipes censurados pela mídia internacional: "American Life", "Erotica", "Justify My Love", "Human Nature", "Like A Prayer" e "What It Feels Like For A Girl". Assim como os clipes de sua amiga no primeiro lugar, a grande maioria dos vídeos da artista foi censurada por trazer cenas de sexo e nudez. Os clipes da rainha do pop são conhecidos por criarem polêmica, como "Like A Prayer", que mistura violência, assassinato e imagens religiosas (como as cruzes em chamas ao fundo).

3. Lady Gaga
A terceira colocada da lista é Lady Gaga, com 4 videoclipes censurados: "Lovegame", "Telephone (feat. Beyoncé)", "Alejandro" (que nos lembra muito do vídeo anterior da Madonna) e "Marry The Night". Vários países consideram seus vídeos impróprios por trazerem cenas de nudez, conteúdos sexuais e imagens religiosas. O seu mais novo clipe, "Marry The Night", só pode ser encontrado na versão censurada.


4. Marilyn Manson
As cantoras pop lideram o top três, mas em quarto lugar um astro do rock dá as caras. Marilyn Manson teve três vídeos seus censurados: "Coma White", "Dope Hat" e "(s)AINT". Os temas são mais pesados se comparados aos dos clipes anteriores e exibem conteúdos sexuais, violência, uso de drogas, cenas homossexuais, assassinatos e assim vai. O clipe "Dope Hat", de 1999, foi censurado pelas mídias internacionais por trazer imagens consideradas perturbadoras.
 
5. 30 Seconds to Mars
Em quinto lugar, aparece 30 Seconds To Mars, com três vídeos "Hurricane", "From Yesterday" e "The Kill (Bury Me)", que foram censurados pelos conteúdos explícitos, cenas de sexo e linguagem considerada imprópria. Em número de vídeos, a banda está empatada com o Marilyn Manson, mas em teor de censura, 30 Seconds to Mars fica na quinta posição.
 
6. Rihanna
O sexto lugar pertence a Rihanna, com "We Found Love" e "S&M" passando por restrições. O videoclipe de "We Found Love" ao lado sofreu censura na França e só poderá ser exibido após as 22h no país, pois suas alusões ao uso de drogas e cenas sexuais foram consideradas muito sugestivas. A artista também já havia visto seu clipe "S&M" ser banido em 11 países este ano, por trazer cenas de sexo muito explícitas.

7. Beatles
Na retarguarda, acredite se quiser, estão os Beatles. O quarteto de Liverpool também teve dois de seus clipes banidos pela BBC em 1967, "Lucy In The Sky With Diamonds" e "A Day In The Life". Para o canal de TV, o álbum a que essas músicas pertenciam encorajava o uso de drogas e, portanto, as canções eram absolutamente proibidas. Quanto ao total de músicas, os Beatles estão empatados com Rihanna, mas em teor de censura, o quarteto fica para trás.